Nascido em Rio Grande, em 21 de agosto de 1963, era figura emblemática em Rio Grande, que passava o dia nos bancos na praça Xavier Ferreira.

Tem dois livros publicados: Irio Rodrigues: o Poeta Pobre e Coletânea 2003, este publicada pela Salisgraf.

Autografou na 31ª Feira do Livro da FURG, em 3 de fevereiro de 2004, e na 4ª Bienal do Livro do Colégio São Francisco, em 1º de junho de 2005.

Faleceu em Rio Grande, em 14 de junho de 2006, vítima de câncer nos pulmões.

A lei municipal nº 6.430, de 28 agosto de 2007 deu seu nome a uma rua da Vila Trevo. Inaugurada em 26 jun. 2010.